Momento para se reinventar e criar o seu novo normal

0
499

 

O mundo será absolutamente diferente em muitos aspectos e em todos os segmentos! Modelos de negócios alterados, novo jeito de fazer gestão de clientes, vendas em múltiplos canais, comunicação contundente e transparente, valorização da internet, mas algo não mudará, o ser humano continuará a ser humano!

Toda a experiência com o novo coronavírus cria uma consciência de realidade, liberdade, espiritualidade, consumo, amizade, relacionamento, família, entretenimento e saúde.

O impacto desta situação inusitada assusta, mas não pode nos congelar.

É o momento para unirmos forças, é hora de mostrar do que é feito, buscar dentro de si a força, a fé e o foco.  Importante estar aberto para aprender com as experiências dos outros, tanto no Brasil como em outros países, afinal, o planeta está enfrentando o mesmo desafio.

Nunca na nossa história aconteceu de termos tanta manutenção de relacionamento, disponibilização de informações, acesso a conteúdo de instituições renomadas nacionais e internacionais, entretenimento e ofertas surpreendentes de produtos e serviços.

Segundo pesquisa realizada pela The Future of Entertainment em 37 países, incluindo o Brasil, 83% das pessoas focam no consumo de entretenimento. Te convido a fazer um balanço entre estes conteúdos e novos aprendizados. Aproveite da melhor forma possível a quarentena e se abra, ainda mais, para o mundo da Educação!

Aqui apenas algumas sugestões:

https://www.eduk.com.br/

https://iestudar.com/

https://www.ead.senac.br/

https://conteudo.hsm.com.br/subrazilchaptersummit

Todos estão vivendo dias que testam o equilíbrio emocional, a inteligência criativa, a adaptação, resiliência e a disciplina.

Estamos passando por um momento de escolhas e definitivamente esta crise vai separar os adultos das crianças!

O mundo vai requisitar um profissional ainda mais diferenciado, antenado e muito digital.

Gosto demais de uma frase da Cecília Meirelles: “Porque a vida, a vida só é possível reinventada”. Este é o momento!!!

Que tenhamos curiosidade para buscar autoconhecimento e conhecimento. Importante trocar experiências com as profissionais que estão no mesmo mercado de atuação e se inspirar com ideias de outros segmentos.

Existe um ditado que diz que peixe não sobe em árvore. Eu acredito nisso! Existem diversas atividades que nem pensamos em fazer, porque simplesmente não temos aptidão.

Proponho aqui um exercício reflexivo! Encontre por favor a interseção entre prazer, habilidade e oportunidade. Prazer: o que você tem imensa satisfação em fazer e realizar? Todos nós gostamos de fazer ”n” atividades, felizmente somos plurais. Habilidades: quais são seus dons, talentos, pontos fortes? Para facilitar, normalmente você recebe elogios quando as apresenta. Oportunidade: neste ponto você poderá listar o que acontece atualmente no mundo de que você reclama, não gosta, tira o seu humor e ainda pensa  “como assim não existe um produto ou serviço?” No centro que une as palavras grifadas, muito provavelmente você encontrará seu propósito de vida.

É muito gostoso aprender, ampliar a visão, conhecer mais do mundo onde você vive.

Invista seu tempo e faça o seu novo mundo, esteja aberto para o ineditismo em sua vida, se permita, quem sabe, reconstruir sua carreira. Você está vivo!!!

Momento para se reinventar e criar o seu novo normal.

Te convido a ter um olhar absolutamente observador nas frases abaixo, que foram a base deste artigo e nas quais eu acredito profundamente.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorNossa coautora Rachel Maia fala sobre carreira e equidade nas empresas em live
Próximo artigoAmor como regra de ouro
Administradora de Empresas, MBA de Tecnologia da Informação pela FGV e formação de Personal & Professional Coaching pela SBC. Mais de 20 anos de trabalho em empresas de grande porte e com experiências diversificadas, como gerenciamento de operações, desenvolvimento de negócios, comunicação, vendas, marketing e alianças. Executiva de Marketing. Escritora no livro Mulheres do Marketing, da Editora Leader, e colunista no Jornal Leader.