A Criatividade no mundo dos negócios

0
617

Muitos acreditam que a criatividade é algo reservado ao mundo das artes. Ela é muito mais que isso, criativo é alguém que resolve um problema de forma diferente, explora um novo uso para um produto, melhora a experiência e faz a diferença na vida dos clientes.
Navegar pelo mundo dos negócios significa planejar, estruturar, projetar, melhorar, budgetar, comunicar, vender. Alinhar todas estas atividades e muitas mais exige criatividade.
Em um mundo onde o diferente supera o melhor, organizar colaboradores com formações, interesses, ambições e visões de mundo diferentes, de maneira que possam gerar mais valor para a empresa, demanda criatividade.
Não é possível desenvolver a sua criatividade mantendo-se na sua zona de conforto, fazendo as mesmas coisas, usando os mesmos caminhos, conversando com as mesmas pessoas. Você deve se expor a experiências diferentes, frequentar outros restaurantes, interagir com outros conteúdos, viajar para outros lugares. Ativar a sua criatividade significa criar novas conexões no seu cérebro e, para tal, você deve sair da rotina.
A experimentação é poderosa, nós não aprendemos a ser criativos, nós nos tornamos. Um soldado não aprende a ser fuzileiro lendo livros, mas sim indo a campo e se expondo aos exercícios, treinamentos e atividades.
Em um estudo da universidade de Stanford, os participantes executavam tarefas divergentes. 81% deles foram mais criativos andando, o aspecto motor ajudou a ativar outras partes do cérebro. Uma volta no quarteirão também permite que a mente vague e se distraia, deixando o subconsciente trabalhar.
No trabalho, já pensou em sentar-se em outro lugar? Virado para outro lado? A mudança de ângulo de visão pode lhe trazer insights e novas perspectivas valiosas.
Com todas as transformações aceleradas mudando a nossa vida, devemos abraçar o novo com o coração e irmos adaptando-nos à medida que somos solicitados pelo meio onde estamos inseridos.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCONSCIÊNCIA E CONTROLE
Próximo artigoVamos falar de Investimentos?
É engenheiro com formação em PNL, alumni do IBGC e da Kellogg (Chicago), tem cursos na Sloan MIT (Boston) e Singularity University (Vale do Silício). É professor de pós-graduação na FGV, executivo e conselheiro. Participou de diversos trabalhos de expansão de consciência e xamanismo no ITK, Cambará, O&O e Iluminatta. Também é idealizador do LideraCast, um podcast sobre liderança, carreira e autoconhecimento.