Como diriam nossos avós

0
330

Você já parou para pensar na sabedoria que existe em um ditado popular?

Ele nos acompanha por uma vida, explica uma situação, facilita a comunicação e muitas vezes até nos diverte.

No Brasil, são mais de 150 considerados bem populares. Escolhi alguns para compor este artigo. Aqueles que falam diretamente comigo e que estão conectados a minha infância.

Às vezes não nos damos conta do quanto eles permanecem vivos em nós.

Pensando nisso, resolvi dar um mergulho no passado, lembrar dos meus queridos e amados avós e fazer um exercício de memória para me lembrar dos dez mais ouvidos quando era pequena. Na sequência, avaliei se estes provérbios ainda estão comigo atualmente.

Confesso que eles me deixam reflexiva pela profundidade e impacto que algumas palavras juntas podem causar.

Então vamos lá …

  1. Dar o passo maior que a perna _ significa fazer algo que vai além das suas condições;
  2. Quem tem pressa come cru _ traz a ideia de que quem é apressado acaba fazendo as coisas malfeitas;
  3. A mentira tem perna curta _ indica que as mentiras logo são descobertas;
  4. Olho maior que a barriga _ demonstra que a pessoa é gulosa, quer comer mesmo sem fome;
  5. Sem choro nem vela ­_ expressão utilizada para negar um pedido a alguma pessoa;
  6. Cada um sabe onde lhe aperta o sapato _ expressão usada para afirmar que cada pessoa conhece as suas próprias dificuldades e sofrimentos;
  7. Água mole em pedra dura tanto bate até que fura _ com persistência se consegue o que se pretende;
  8. A esperança é a última que morre _ se refere à pessoa que tem fé, perseverança em alcançar seus objetivos;
  9. A pressa é a inimiga da perfeição _ mostra que é necessário ter paciência e fazer as coisas devagar para alcançar os objetivos;
  10. Antes tarde do que nunca _ significa aquela pessoa que é persistente para alcançar seus objetivos.

Pense aí: quais são os ditados que, de tanto você ouvir, hoje eles fazem parte do seu vocabulário?