Como não estagnar na sua carreira?

0
180

Você escolheu viver em um mundo acelerado, com pressões e demandas por todos os lados. É muito fácil perder o foco. Na sua carreira, isto significa ficar patinando sem sair do lugar. A seguir apresento pontos importantes para a sua reflexão.
Autoconhecimento
Ter uma percepção verdadeira e atualizada sobre si torna menos complexo o caminho na direção do sucesso e da realização.
O que é importante para você? O que você gosta de fazer? Como você gosta de fazer isto?
O que você faz por muitas horas e não se cansa?
Estas perguntas lhe darão elementos importantes para a definição das suas ações.
Clareza das suas possibilidades e objetivos
Para onde você quer ir? Onde quer estar em dois ou cinco anos? Como você quer conduzir a sua carreira? Quais competências você precisa ter para os próximos passos que você quer dar?
Ter objetivos claros, amparados em uma leitura sobre as suas possibilidades, lhe permitirá alcançar seus objetivos mais rapidamente, com menos esforço e menos sofrimento.
Com falta de foco nos perdermos na espuma com atividades que não nos aproximam dos nossos sonhos e objetivos.
Rede de relacionamentos
Você sabia que a maioria da vagas são preenchidas por indicação de funcionários?
Qual é a sua capacidade de construir e nutrir relacionamentos? Como você cultiva o seu netweaving? Use da reciprocidade nestes contatos. Ofereça antes de pedir.
Procure conectar-se com pessoas de áreas e segmentos de negócios diferentes do seu.
Tenha um plano de ação
Tome as rédeas da sua carreira, não delegue estas decisões a ninguém!!
Em quais empresas você gostaria de trabalhar? Por quê?
Como você gerará valor nestas empresas com as suas competências?
Quais outras habilidades você precisará desenvolver para prosperar na sua jornada profissional?
Acompanhamento
Periodicamente, visite o seu plano de ação. Avalie se no período anterior você se aproximou ou se afastou dos seus objetivos. Mude as rotas, atualize seu plano e redefina os prazos.

COMPARTILHAR
Artigo anterior“Pode copiar, só não faz igual.”
Próximo artigoNetworking do Bem
É engenheiro com formação em PNL, alumni do IBGC e da Kellogg (Chicago), tem cursos na Sloan MIT (Boston) e Singularity University (Vale do Silício). É professor de pós-graduação na FGV, executivo e conselheiro. Participou de diversos trabalhos de expansão de consciência e xamanismo no ITK, Cambará, O&O e Iluminatta. Também é idealizador do LideraCast, um podcast sobre liderança, carreira e autoconhecimento.