Descubra sua força e prospere!

0
150

É difícil ainda fazer um balanço sobre aquilo que aprendemos de positivo com a pandemia, talvez porque ainda não estejamos livres totalmente desse desafio.
Mas, como lidamos com pessoas, com profissionais de todas as áreas, empreendedoras, que também são mães, filhas, esposas, irmãs, enfim, fui construindo nos últimos meses algumas análises. Claro, com base na vivência que tenho como empresária com muitas mulheres maravilhosas, mas também com base no conhecimento que fui adquirindo de maneira formal, especialmente ligado ao comportamento humano.
E uma das conclusões é de que muitos recursos que antes tinham um olhar de desconfiança passaram a ser levados em consideração, como a procura por autoconhecimento, para que possamos descobrir quais são nossas maiores forças, qual é nosso maior poder, enfim, aquilo que fazemos de melhor. Ou que ainda não fazemos porque não nos conhecemos o suficiente.
Complicado? Não, se você estiver disposta a “correr atrás”, a agir, a mudar.
Descobrindo sua força, descobrindo quem você é, a consequência é que vai fazer o que gosta, o que ama. Já pensou nisso?
Conheço muitas mulheres que ao anunciarem, seja para os pais ou para os companheiros, que seguiriam determinada carreira ou que iriam empreender, ouviram severas críticas, algumas bem conhecidas: “isso não vai dar certo, você não tem jeito pra isso”; “você quer morrer de fome, não pensa no seu futuro?”; “a carreira do momento é que dá dinheiro”; “não vai seguir a carreira dos seus pais?”… e por aí vai.
E acabaram mudando de opção, levando uma vida medíocre, infeliz, sem realizações. Algumas mulheres conseguiram virar a chave e fazer outra faculdade – a que queriam desde o início – ou começaram a empreender, para recomeçarem e serem bem-sucedidas tanto pessoal quanto financeiramente.
E aí chegamos num ponto interessante: quando descobrimos o que amamos nossa energia dobra de tamanho, acabamos produzindo mais e prosperamos.
Sabe por quê? Porque o amor é proativo. O amor impulsiona nossa energia para o caminho da felicidade e do sucesso.
Então, voltando ao início do meu pensamento, digo que esse período excepcional que enfrentamos fez muitas de nós pararmos e pensarmos no quanto a vida é passageira, efêmera, mas é o de mais importante que temos. É a oportunidade divinamente ofertada a nós de sermos melhores a cada dia, de nos conhecermos para contribuirmos para um mundo melhor.
Vejo hoje que as questões ligadas ao nosso interior têm ocupado cada vez mais espaço na vida das mulheres, deixando de ser tabu procurar autoconhecimento, terapias, cursos, leitura, mentoria, meditação, orientação.
Já temos à disposição vasta literatura que pode nos ajudar a nos conhecermos melhor e, por meio desse conhecimento, nos tornarmos ainda mais fortes e poderosas. Há espaço para todas aquelas que partem para a ação.
Sabe aquela frase que diz que se fizermos tudo como antes nada vai mudar? Pois essa é a moral da história! Mude, faça o que ama e nada será impossível pra você!

Um abraço carinhoso,
Andréia Roma