É tempo de liderança inclusiva!

0
470

O tema liderança sempre provocou debates quase que intermináveis nas universidades, empresas e organizações em geral, além da infindável publicação de livros e artigos no Brasil e no mundo. Sejam quais forem os pontos de vista apresentados, a época ou os autores e as autoras, a sensação que tenho é que hoje existe uma lacuna de liderança nas instituições.

E onde foram parar os líderes?
Certamente, não tenho a pretensão de responder a essa pergunta, mas quero compartilhar o conceito e os benefícios da liderança inclusiva. E você deve estar se perguntando: mas o que é liderança inclusiva? É uma nova maneira de liderar que enxerga além das competências tradicionais e que consegue despertar nas pessoas o entendimento de que elas são tratadas de maneira justa, que suas singularidades são bem-vindas e que suas vozes são levadas em consideração na tomada de decisões.

Em suma, seis características (*) distinguem a liderança inclusiva:
1) Comprometimento, porque os objetivos de diversidade e inclusão se alinham com seus valores pessoais;
2) Coragem para desafiar o status quo e humildade para reconhecer seus pontos fortes e fraquezas;
3) Conhecimento de seus vieses inconscientes;
4) Curiosidade, mente aberta e tolerância à ambiguidade;
5) Inteligência cultural para aceitar diferentes perspectivas e experiências de vida e
6) Colaboração para capacitar indivíduos, bem como criar e aproveitar o pensamento diverso.

Liderança inclusiva deve ser o pontapé inicial para que a estratégia de diversidade, equidade e inclusão saia do “powerpoint” e se torne realidade. A responsabilidade principal é da pessoa que está sentada na cadeira de CEO, mas é fundamental preparar todas as demais pessoas que exercem cargos de liderança, para que operem uma transformação pessoal profunda e verdadeira de comportamento.

Os benefícios serão vistos nos indicadores de engajamento, na inovação, na redução do turn-over e no bem-estar, pois as pessoas contribuirão para o atingimento do propósito organizacional, já que o mesmo se confunde com o propósito de suas vidas.

Liderança inclusiva é pra já!
(*) Fonte: Deloitte

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO QUE GARRINCHA TEM A VER COM ESTRATÉGIAS DE NEGÓCIOS?
Próximo artigoVocê sabe com quem está falando?
Graduado em Administração de Empresas e pós-graduado em Gestão de Pessoas pela FGV, sou Diretor-Líder dos serviços em Diversidade e Inclusão da Deloitte Brasil. Há 25 anos atuo em grandes projetos liderando temas como cultura, liderança, diversidade e inclusão, dentre outros. Sou fundador da “JMS Consultoria em Gente” e voluntário em programas de mentoria para profissionais jovens e maduros.