Eu sei que não estou pronto, mas eu me apronto!

0
530

A frase que dá título a este texto é de @EltonEuler, um cara que eu admiro e que é um dos sócios da empresa Império 55. Minha sugestão é que você o procure na internet e veja o que de espetacular ele anda fazendo. Ela diz muito sobre a minha pessoa e talvez sobre você também.

Quantas vezes a vida nos convida para lidar com situações que nos provocam medo, que escancaram a nossa falta de experiência, que demonstram o quanto precisamos trabalhar em nossas relações, que apontam o quanto ainda necessitamos de conhecimento, ou seja, que provam por A+B que não estamos prontos.

O ponto aqui é identificar o quanto somos capazes de entender nossa deficiência, mapear nossas percepções, decidir por enfrentar a situação, criar um plano de ação, ter muita disciplina e tomar a atitude.

Foram inúmeras as vezes em que tive medo e congelei diante de situações as quais não dominava. Muitas vezes tive receio de não ser capaz tecnicamente no trabalho, de não conseguir sobreviver devido a questões de saúde, mas na minha cabeça sempre prevaleceu o orgulho de ser quem eu sou, de superar as dificuldades, de querer contar histórias de sucesso, de provar minha competência e validar que eu consigo, a cada dia, ser uma versão melhor de mim mesma.

É claro que passaremos a vida toda precisando ficar prontos para algo novo e o frio na barriga precisa ser considerado seu aliado, sinalizando a você que novas aventuras estão chegando para dar mais cor e brilho a sua vida. Estar pronto para novas aspirações requer preparo, já que oportunidades podem surgir e não podemos perdê-las. Uma maratona, para se vencer ou fazer todo o circuito, requer disciplina e preparo; uma posição de trabalho e destaque requer muitos skills. O que você está focando para estar pronto quando surgir a oportunidade?

Lembre-se: competência + oportunidade = sorte.

Na minha opinião, devido às mulheres, em geral, serem mais detalhistas e trabalharem muito mais com a emoção, temos uma tendência maior ao perfeccionismo, aos detalhes, uma autocobrança exacerbada, além do receio à falha, entre tantos outros desdobramentos. Talvez por isso, pesquisas apontam que homens se candidatam a vagas se eles preenchem 60% dos requisitos, já as mulheres se aplicam às vagas caso tenham entre 90% e 100% do perfil exigido.

A questão aqui é identificar o quanto você é flexível, com capacidade de adaptação, com fome de vida e um gigantesco desejo de realizar seus sonhos, porque são todos esses ingredientes que juntos vão levá-la a um patamar inusitado, para um lugar que você ainda não conhece e com isso se surpreender com a sua capacidade e potência para assumir novos desafios.

Eu sei que não estou pronta para muitas coisas, mas eu também sei que eu me apronto!

Então, mundo desconhecido, pode chegar…

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO segredo do sucesso do Google
Próximo artigoIncentivando o time
Administradora de Empresas, MBA de Tecnologia da Informação pela FGV e formação de Personal & Professional Coaching pela SBC. Mais de 20 anos de trabalho em empresas de grande porte e com experiências diversificadas, como gerenciamento de operações, desenvolvimento de negócios, comunicação, vendas, marketing e alianças. Executiva de Marketing. Escritora no livro Mulheres do Marketing, da Editora Leader, e colunista no Jornal Leader.