Planejamento: mais fácil falar que fazer

0
356

O assunto é planejamento e realmente, como diz o dito popular, falar é fácil. Depois de anos de experiência em planejamento, cheguei à conclusão que é importante ter humildade de saber que vamos ter problemas. O maior defeito do mau planejador é a arrogância, este é o principal motivo das maiores falhas.
Existe um conto anedótico sobre a 1ª Lei de Murphy, de Edward Aloysius Murphy. Conta-se que na virada tecnológica em que se passaria a digitalizar os cheques na câmara de compensação de Nova York, pois acreditem se quiserem antigamente os cheques eram todos compensados fisicamente, em um espaço enorme vinham malotes de todas as partes do EUA e lá se conferiam as informações e se faziam os pagamentos trocados. Bom, então nesta virada, para a implantação desse sistema novo de digitalização, foi incumbido um gerente de projetos genial, novo e muito arrogante. Em seus controles diários, todos muito coloridos, ele demonstrava como o projeto estava correndo superbem. Era sincero e trabalhador, trabalhava longas horas e verificou, por reuniões, todos os aspectos do projeto. E gostava de demonstrar que seu projeto estava todo verde, e todos que trabalhavam para ele, sim pois era vaidoso e muito poderoso, queria mostrar tudo verde. Quando era confrontado sempre mostrava os dashboards magnificamente descritos e realmente seguia toda a cartilha. Faltou a esse gerente entender que todo projeto tem problemas e se você tem um projeto que não tem problemas o fato é que você não conseguiu verificá-los. Conclusão: no dia de implantação, nada do que havia planejado deu certo, tiveram que voltar aos carrinhos lotados de cheques físicos e o nosso herói recebeu uma grande lição: desconfie de tudo, principalmente das coisas muito perfeitas.
Me despeço como já de costume com um poema (desta vez parte), de Clarice Lispector.
Mude,
Mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, do outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois mude de caminho.
Ande por outras ruas,
Calmamente,
Observando com atenção
Os lugares por onde Você passa.
Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEmpreendedorismo: Escolha suas Batalhas
Próximo artigoDiferentes e Complementares
É analista de sistemas, advogado, gerente de projetos, poeta e padeiro, pós-graduado em contratos pela FGV, certificação PMP e SCPM por Stanford. Acumula 23 anos de trabalho em empresas de grande porte e advocacia, perfil composto por: gestão de projetos, desenvolvimento de negócios, vendas, relacionamento em diversos níveis. É responsável pela implantação de novas empresas brasileiras em Portugal.