ISOLAMENTO SIM, SE SENTIR ISOLADO NÃO!

0
576

E de repente acordamos um dia e já não podia mais abraçar, beijar, visitar nossos pais ou tomar um cafezinho com alguém. As pessoas em suas casas, tendo como parceiros a máscara, as luvas e o álcool em gel, respeitando as orientações de higiene e proteção, estão sentindo o poder do desconhecido, da inconsistência das informações e o medo!

A vida, às vezes, tem um jeito bem peculiar de nos surpreender.

Viver em isolamento, até então, era algo completamente inusitado para grande parte da população mundial e fez com que descobríssemos alguns sentimentos absolutamente profundos.

Já estamos nesta situação há alguns dias e cada um experienciando a oportunidade de se conhecer mais e melhor e, para aqueles que se encontram sozinhos dentro de casa, descobrir o quanto gostam de sua própria companhia. Um verdadeiro convite à reflexão!

Tenho certeza de que, como eu, você já ficou em sua casa sem sair, mas você sabia que poderia mudar isso a qualquer instante. A diferença é que agora estamos quase que proibidos e, com isso, o sentimento em relação ao “ficar em casa” muda substancialmente.

Certeza de que passaremos por esta crise e sairemos transformados. O valor do contato humano, a liberdade do ir e vir, a união e ajuda entre conhecidos e desconhecidos estarão mais à flor da pele.

Pessoas ao redor do mundo clamavam e reclamavam por mais tempo, por exemplo: para estar com os filhos, com a família, arrumar a casa, estudar, zerar as pendências, pois é, o universo deu um jeito de os pedidos serem atendidos de forma global e quase que simultânea!

Preencher o tempo de forma produtiva é a dica de ouro!

Manter a rotina de trabalho, ter horário certo para as refeições, se exercitar, ler, estudar, meditar, orar, assistir filmes, curtir as músicas preferidas são essenciais.

Trata-se talvez da maior oportunidade que já tivemos na vida de ter tempo!

Algo tão sagrado, precioso e escasso.

Um dia em casa, pensei, eu preciso fazer algo para saber se minha família e amigos estão bem e como estão lidando com este momento incomum.

A ideia chegou numa noite e já implantada no dia seguinte. Contar com a internet como uma grande parceira para esta ocasião desafiadora e lançar o Happy Hour Virtual!!!

O primeiro aconteceu em 20/03/2020 com os vizinhos do prédio, já que temos uma tradição há mais de 8 anos de nos reunirmos às sextas-feiras no final do dia. Foi um sucesso!!!

E a partir daí todas as noites estou com um grupo diferente de pessoas queridas, tanto do Brasil como de outros países, para brindar, falar sobre projetos, expectativas, futuro, histórias vividas, comemorar promoções, aniversários, trocar sentimentos que esta situação está nos convidando a experimentar e muito mais. A propósito, meus brindes estão sendo com suco, já que estou sem beber. Sou muito grata pelo tempo que está me sendo dado de presente por todos. Uma oportunidade de dar e receber carinho e atenção daqueles que nos são caros.

Fica aqui a sugestão para que passe uma “hora feliz” com todos que são importantes e especiais em sua vida, que lhe fazem bem, que lhe agregam, que o deixam feliz e que lhe fazem sorrir!

Deixei um vídeo no instagram falando sobre isso: @elainepovoas

E lembre-se: Isolamento sim, se sentir isolado não!

E para inovar e fomentar ainda mais as relações humanas e alegria de viver, um superconvite para você se juntar ao HAPPY HOUR VIRTUAL com até 50 participantes!

Dia 31/mar/2020 –  20h (BRTime)

1) Baixar o aplicativo JITSI MEET em seu computador ou celular (gratuito)

2) Clicar no link: https://meet.jit.si/HHV_ElainePovoas

3) Acessar a sala de conferência e habilitar a câmera e o áudio

Será um prazer contar com sua presença!

Desejo a todos muita saúde e espero vê-los pessoalmente em breve!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO QUE ESTA CRISE TEM A NOS ENSINAR
Próximo artigoO superano da biodiversidade: quando tudo começou a mudar?
Administradora de Empresas, MBA de Tecnologia da Informação pela FGV e formação de Personal & Professional Coaching pela SBC. Mais de 20 anos de trabalho em empresas de grande porte e com experiências diversificadas, como gerenciamento de operações, desenvolvimento de negócios, comunicação, vendas, marketing e alianças. Executiva de Marketing. Escritora no livro Mulheres do Marketing, da Editora Leader, e colunista no Jornal Leader.