Lição dada, lição aprendida

0
708

Quantas vezes a vida o convida a tomar decisões que vão de encontro ao que você quer? O que fazer? A quem pedir ajuda? Se desesperar? Esperar?
É claro que quando nos sentimos sem saída o que vem à tona é toda a experiência vivida, os caminhos já percorridos, as frustrações já gerenciadas, o equilíbrio emocional melhorado ao longo dos anos, enfim, nosso querido e amado processo de desenvolvimento contínuo.
“Aquilo que não me mata só me fortalece”, frase dita pelo famoso filósofo, escritor, poeta e filólogo alemão Friedrich Nietzsche.
Sabemos que ao longo da nossa vida muitas serão as barreiras, desafios, perdas, e de que forma você vem entendendo tudo isso?
Considero que estamos na escola da vida, logo temos lições a serem aprendidas.
Entender os sinais da vida, exercitar a calma e paciência, saber que tudo vai passar, ampliar a visão e olhar aquela situação que está se mostrando como uma possibilidade de descobrir novos caminhos pode ser libertador.
Somos muitas vezes bem insistentes! Damos murro em ponta de faca, diria minha querida avó.
Quantas vezes queremos alguma coisa que tá na cara que não vai dar certo, persistimos em fazer algo que sempre dá errado, continuamos tentando sem ver resultado…
Será que não está na hora de aceitar e aprender?
Acredite que algo maravilhoso está por vir e, se ainda não deu certo ou se você não conseguiu, é porque não chegou o momento.
Toda e qualquer situação que vivemos traz em si o lado positivo e o lado negativo. Caso você esteja em um momento em que não enxergue absolutamente nada de bom, sugiro a você compartilhar com alguém que você admire e respeite, certamente alguns insights serão identificados e isso pode mudar o jogo.
Coloque em prática sua flexibilidade, resiliência, esperança e pense tal qual um mantra: lição dada, lição aprendida, e procure não repetir o que você na sua trajetória considerou ser um erro.
“Um mar calmo nunca formou um marinheiro habilidoso.” (Franklin Delano Roosevelt).

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEmpreendedorismo – Meu projeto foi aprovado?
Próximo artigoEntão não termina nunca?
Administradora de Empresas, MBA de Tecnologia da Informação pela FGV e formação de Personal & Professional Coaching pela SBC. Mais de 20 anos de trabalho em empresas de grande porte e com experiências diversificadas, como gerenciamento de operações, desenvolvimento de negócios, comunicação, vendas, marketing e alianças. Executiva de Marketing. Escritora no livro Mulheres do Marketing, da Editora Leader, e colunista no Jornal Leader.