Qual é a sua capacidade de somar as diferenças?

0
217

Em relatório da McKinsey chamado Diversity Wins ( https://lnkd.in/enTjn5b), os autores realizaram um apanhado abrangente de dados sobre o impacto positivo da diversidade nos times executivos. A maior diversidade de gênero aumenta em 25% a probabilidade de melhores resultados financeiros, enquanto a diversidade étnica em 36%.
Equipes formadas por colaboradores com perfis diferentes conseguem entender melhor o que querem os clientes e como eles desejam ser atendidos. Esses grupos mais diversos encontram com maior facilidade os meios para encantar os clientes, têm maiores chances de resolver problemas complexos com ideias inovadoras e podem melhor e mais rapidamente interpretar os sinais dados pelo mercado, permitindo assim que a empresa largue na frente dos concorrentes.
Com a ampliação da consciência da sociedade sobre a importância da diversidade, e tendo a postura das marcas passado a ocupar papel importante nas decisões de compra dos consumidores, as empresas não poderão mais ignorar nos seus planos de negócios a integração de práticas de diversidade.
O sucesso virá da capacidade da equipe de liderança da empresa para somar as diferenças, e elas são muitas, visto que existem diversos aspectos da diversidade. Alguns deles são idade, gênero, deficiência, raça, cultura, etnia, orientação sexual, religião, classe social, nacionalidade, entre muitos outros.
Este desafio não é trivial, a média gerência deve ser preparada e equipada com as ferramentas e competências necessárias para pavimentar o caminho e acolher os colaboradores diversos na equipe.
Para a diversidade funcionar e gerar valor para a empresa, o líder deve proporcionar um ambiente que vai além do respeito. O colaborador precisa compreender o outro e considerar a maneira como ele pensa e sente. Nesse cenário podem surgir conflitos, e cabe à liderança ajudar o time a reconhecer as experiências diferentes, estimulando a participação e a geração de ideias.
Novos tempos.