Tatyane Luncah e Cynthia Zanoni falam sobre tecnologia no “Dicas Inspiradoras”

0
795

Cynthia Zanoni, que é Program Manager na Microsoft, foi a entrevistada desta semana no “Dicas Inspiradoras”, canal no YouTube sobre empreendedorismo de Tatyane Luncah, empresária e fundadora do Grupo Projeto 10 em 1. A Editora Leader apoia essa iniciativa de Tatyane, que é coordenadora de um de seus livros – “Empreendedoras de Alta Performance”.

Tatyane ressalta que Cyntia esteve no canal para mostrar que mulher tem tudo a ver com tecnologia! Ela é também curadora da Mobile Summit Brazil e idealizadora do WoMakersCode, um projeto focado em capacitação e empoderamento feminino e de minorias na TI.

Cynthia coordenou o programa WoMoz (Women & Mozilla) no Brasil e em 2016 foi reconhecida pela Mozilla Foundation como uma das mentoras mais influentes na América Latina. Ela é apaixonada por open source e nas horas vagas cria projetos e iniciativas que possam contribuir para o fortalecimento das mulheres no mercado de trabalho e comunidades de tecnologia.

Cynthia se autodenomina uma evangelista técnica que tem a missão de levar a palavra da tecnologia para mais pessoas. Para as mulheres entrarem no mundo da tecnologia, ela dá várias dicas: há duas vertentes entre as quais a pessoa deve se decidir. Uma é a de fornecer conteúdo, por exemplo, levar a sua solução de um problema para o mercado, oferecer esse conhecimento precioso para outras pessoas. E a outra vertente é para quem quer pôr a mão na massa, e criar as soluções e ferramentas, um site, um aplicativo.

Ela afirma que não existe idade ou tempo para começar a lidar com tecnologia. O importante é ler bastante, pesquisar o mercado e as inovações.

Outra dica é a pessoa se aproximar de grupos que geram conteúdo, chamados de grupos de influenciadores. Eventos são boa oportunidade para se aproximar de influenciadores e ter uma noção do que está acontecendo no mercado. “O conhecimento ajuda a agregar muito para o seu negócio”, destaca. É importante conviver no meio para saber até contratar e escolher melhor os seus fornecedores.

A terceira dica é ter e manter-se dentro de uma rede de pessoas, é fazer networking.

Ela contou o case de pessoas da terceira idade no Sul do País, onde ela ia ensinar tecnologia e elas pediram para aprender como utilizar o celular, o WhatsApp, e assim suas vidas mudaram, passaram a ter mais empoderamento, se comunicando de maneira mais ágil com filhos que estão longe, por exemplo. “A transformação digital traz muitas possibilidades e empodera”, afirma Cynthia. E ela encerra dizendo que as mulheres que aprendem em geral passam o conhecimento para frente e deve-se usar esse poder até mesmo maternal de querer ajudar para empoderar outras mulheres, para todas irem para frente. “Isso é o que move a sociedade e faz a gente poder criar cada vez mais inovação, seja pra nossa empresa, seja pro mercado de trabalho.”

A íntegra do vídeo está em https://youtu.be/OLSGnRMASXw