“Coaching é uma relação de parceria que revela e liberta o potencial das pessoas de forma a maximizar o seu desempenho. É ajudá-las a aprender, ao contrário de as ensinar.” Timothy Gallwey

0
1340

O americano Timothy Gallwey é considerado o “pai do Coaching”. Nascido em 1938, na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos, durante seus estudos em Harvard, na década de 1960, foi capitão da equipe de tênis. Dessa atuação, tempos depois, viria a inspiração para escrever seus livros sobre a metodologia do Coaching.

Em 1970, Timothy conheceu o poder da meditação, o que segundo ele foi decisivo para melhorar sua concentração durante os jogos de tênis. Com os ensinamentos do seu guru Maharaj Ji, ele reuniu recursos que o ajudaram a aumentar seu autoconhecimento e empoderamento e desenvolver o Coaching.

Assim Gallwey encontrou uma nova forma de enxergar o esporte que praticava, pois descobriu que para vencer não bastava a técnica, mas era preciso dominar suas emoções, sentimentos, medos, limitações, em outras palavras, saber jogar seu próprio jogo interior.

Em 1974, ele lançou o best seller “O Jogo Interior de Tênis”, com a ideia central de que, se conhecermos bem nossos pontos de melhoria internos, poderemos mais facilmente corrigi-los e potencializar o nosso desempenho não apenas no esporte, mas em todas as áreas de nossa vida.