Planejamento no mundo da saúde

0
198

Vivemos tempos difíceis, e mais que nunca o planejamento é exigido. Quando vemos países sofrendo com a atual pandemia é impossível não traçar um paralelo entre o mal planejamento e os problemas que enfrentamos.
Nações que procuraram se concentrar em contratar as vacinas de forma planejada comemoram a saída da situação atual e outros países vivendo o caos por simples falta de planejamento.
Mesmo aqui na Europa vivemos situações distintas, entre países que estão acompanhando de perto a evolução da pandemia e se prepararam para vacinar seus cidadãos e outros que ainda sofrem para distribuir as vacinas e prevenir o agravamento da crise.
Estamos há mais de um ano em crise, tivemos diversos avanços como o esforço em se acelerar os processos de aprovação, isto, justiça seja feita, majoritariamente liderado pelos EUA, pois se seguíssemos o processo normal só teríamos vacinas viáveis em 2-3 anos. Outro exemplo de planejamento é Israel, mesmo que levemos em conta que o país todo tem menos de 9 milhões de habitantes, é impressionante como firmaram contratos, prepararam a logística e hoje comemoram mais de 75% de cidadãos vacinados. Na Europa temos o Reino Unido com mais de 40% da população vacinada e a Bélgica com menos de 10%, e mostram também duas faces de abordagem, o Reino Unido por ter um sistema de saúde público unificado, com todos os controles e estatísticas pôde fazer um melhor mapeamento e logística de sua campanha de vacinação.
É fundamental ter uma infraestrutura e um bom trabalho prévio para se enfrentar crises, mais uma vez vemos como é importante o planejamento. Se transportarmos para nossas vidas, quem nunca ficou triste em pagar um seguro ou ter que renunciar a alguns prazeres para poder contar com uma reserva financeira? Mas quando enfrentamos problemas, e não temos o mapeamento dos riscos, sejam eles doenças, desemprego ou qualquer infortúnio, vemos como é barato se planejar.
Me despeço com um pensamento.
“A maioria das pessoas não planeja fracassar, fracassa por não planejar!” – John L. Beckley

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO que eu faço com o medo?
Próximo artigoStorytelling: sua história constrói credibilidade
É analista de sistemas, advogado, gerente de projetos, poeta e padeiro, pós-graduado em contratos pela FGV, certificação PMP e SCPM por Stanford. Acumula 23 anos de trabalho em empresas de grande porte e advocacia, perfil composto por: gestão de projetos, desenvolvimento de negócios, vendas, relacionamento em diversos níveis. É responsável pela implantação de novas empresas brasileiras em Portugal.