O Poder da Liderança

0
1022

Existe um ditado que diz: uma andorinha não faz verão. Peço aqui uma licença poética para fazer um ajuste, uma andorinha líder faz verão. Fazendo uma analogia com os seres humanos, algumas pessoas conseguem ao longo das suas vidas se tornarem grandes referências.

Todo o sucesso que é alcançado e que se torna um exemplo a ser seguido, normalmente é porque alguém decidiu que precisava fazer algo, liderou, colocou a cara a tapa, sofreu, perdeu, insistiu, teve coragem e fez.

Certamente o líder precisa de uma equipe que agregue inteligência, força de trabalho, metodologia e processos que devem ser seguidos com disciplina ao longo do tempo, mas sempre existirá alguém que está à frente e que mostra o caminho a seguir.

Alguns exemplos considero notáveis, um em especial recentemente me emocionou. Viviane Senna, que sabia do sonho do seu irmão Ayrton Senna de fazer algo pela educação no Brasil, em 1994 resolveu dar vida a um projeto pessoal dele. Com muita determinação e por meio da sua liderança nata, ela fez acontecer. Viviane realizou o sonho do Ayrton. O propósito dele se tornou o propósito dela, que foi a fundação do Instituto que carrega o próprio nome e beneficia anualmente 1,5 milhão de crianças e jovens, forma 45 mil educadores e impacta aproximadamente 600 municípios em 16 Estados brasileiros.

Outro exemplo é o Sílvio Santos, que começou sua jornada profissional como camelô aos 14 anos e que por meio de sua força de vontade, espontaneidade, poder de negociação e carisma, permanece, com os seus 88 anos, à frente do Grupo SS, que faturou R$ 998 milhões em 2018.

Já Steve Jobs, presidindo a Apple, muda um comportamento global e esta se torna uma das maiores empresas do mundo e uma das companhias de tecnologia mais valiosas do planeta. Em 2018, atingiu 1 trilhão de dólares em valor de mercado, a primeira empresa americana a chegar neste número.

Existem andorinhas líderes em todos os segmentos, que com sua criatividade, inovação e alto grau de desconforto ajudam muita gente a contar uma nova história de suas vidas. Estas pessoas incríveis estão por aí, são líderes, ícones que merecem ser considerados como exemplo de quem faz acontecer.

Uma vez ouvi que quando algo de excepcional precisa acontecer no mundo nasce alguém. A princípio, alguns de seus amigos e familiares poderão chamá-lo de louco, outros lhe darão total apoio, mas você precisa sentir que é o caminho, acreditar e seguir em frente. Você é o único responsável pelos bônus e ônus dos resultados que serão alcançados.

Walt Disney afirmava: “Eu gosto do impossível porque lá a concorrência é menor”.

Não temos tempo para viver todas as experiências e, por isso, observar estes líderes também é uma forma de aprendizado.

A liderança é um tema que deve ser estudado e desenvolvido ao longo da vida, tanto no aspecto pessoal como no profissional. Fazer a gestão de pessoas é para quem gosta de gente e que tem o interesse genuíno de promover o desenvolvimento.

Entusiasmo, diversão, engajamento e talento compõem a liderança e tudo isso junto faz com que você tenha uma equipe que tem prazer e voluntariedade em trilhar uma jornada contigo.

Finalizo compartilhando um lema que levo para minha carreira profissional. Trata-se da medida de sucesso que tenho sobre liderança. Quando alguém me diz “Eu quero trabalhar com você”, confesso que me enche de orgulho, pois o que aquela pessoa está vendo, ouvindo e percebendo sobre mim faz sentido para ela. Agora quando eu ouço “Eu quero trabalhar com você novamente”, ah, esta frase faz meu coração transbordar de felicidade. Uma sutil diferença que muda tudo! Demonstra-me que meu papel de líder contribuiu de forma relevante com o desenvolvimento daquele indivíduo.

Elaine Póvoas é diretora de Marketing e Alianças da Service IT, integradora de soluções e serviços de TI especializada em outsourcing e consultoria.